Cuiabá, 09 de Agosto de 2022

Juiz afirma que ‘ordem pública não significa clamor social’ ao negar prisão de Paccola

Redação RBMT

O juiz da 10ª Vara Criminal de Cuiabá, João Bosco Soares da Silva, argumentou que não há evidências de lesão à ordem pública que justifiquem a prisão do vereador Tenente Coronel Paccola.
A afirmativa consta na decisão que respondeu o pedido do Ministério Público Estadual (MPE), nesta quinta-feira (13).

Na representação encaminhada ao Poder Judiciário, os promotores de Justiça destacaram que o parlamentar responde na justiça o envolvimento em organização criminosa que “operacionalizou fraude nos registros da Polícia Militar e em certificados de registros de arma de fogo”.

Contudo, o magistrado pontuou que o conceito de “ordem pública” é aplicado no direito penal quando há necessidade de impedir a repetição de novos crimes ou se há risco de fuga do investigado.

“Destaca-se que, a expressão “ordem pública” não significa clamor social provocado pelo delito, nem tampouco repercussão do crime na mídia, mas sim que se admite a decretação ao cárcere, quando há risco de reiteração delituosa em crimes de especial gravidade”, citou o despacho.

No entanto, o magistrado acolheu pedido parcial do órgão e determinou a apreensão de aparelhos celulares do parlamentar.

Novo modelo de coworking atraí empreendedores e influenciadores digitais cuiabanos

No ToWork eles dividem serviços e espaços comuns e são dons de suas salas

Robson Fraga


Influenciadores digitais e empreendedores são antenados e estão sempre em busca de novas oportunidades. Inovação, tecnologia, produtividade, conforto, segurança e redução de custos operacionais são pautas importantes do dia a dia.

A escolha do local de trabalho é fator preponderante para que possam atuar com segurança, agilidade e, mas que tudo, visibilidade . Boa localização, infraestrutura, tecnologia e serviços tem que fazer parte do pacote.

Em Cuiabá, um novo modelo de coworking agrega todas estas características. Estamos falando do ToWork. Um espaço multitarefas onde o empreendedor dispõe de ambientes integrados, secretária, wi-fi turbo, gestão de correspondências, linha corporativa, salas de atendimento e de reunião, inteligência artificial (Alexa), estacionamento, academia e coffee space. Enfim, conforto e tecnologia para empreender.

Influenciadores digitais cuiabanos como ‘Carla Bora’ e ‘Xômano que mora logo ali’ perceberam estas vantagens e escolheram o ToWork como local de trabalho.

“Para nós, influenciadores, é muito importante ter um lugar calmo, com toda tecnologia e serviços onde a gente possa trabalhar com segurança, receber nossos clientes e pensar no conteúdo que vamos colocar nas redes sociais. Quando o cliente chega num lugar no ToWork já nos vê com outros olhos, como profissionais. Fiz a escolha certa”, explica Xômano.

“Foi a melhor escolha que já fiz. Um lugar amplo com toda estrutura e serviços pra gente trabalhar. Para fazer reuniões com os contratantes não tem nada igual. Estou muito satisfeita”, disse Carla Bora.

O empreendimento ainda oferece serviços de abertura de empresa, criação de papelaria e abertura de conta bancária empresarial para empreendedores que estão dando os primeiros passos.

“Oferecemos praticidade e agilidade. Quem já tem seu próprio negócio dispõe de serviços de excelência com custos reduzidos. Quem está começando tem todo o apoio operacional para abertura de sua empresa e instalação do seu negócio num ambiente acolhedor e cercado de toda tecnologia. Ou seja, um negócio para todos os tipos de empreendedores e de ideias”, explicou Fausto Migueis, criador do novo modelo de negócios.

E tem mais uma vantagem: neste modelo de coworking o empreendedor é o dono da própria sala. Isso mesmo, dono do imóvel! Por um pequeno investimento, que pode ser parcelado, o influenciador ou empresário adquire sua sala comercial. E melhor de tudo: financiamento próprio sem consulta a SPC e Serasa.

“Queremos ajudar as pessoas a empreender e por isso descomplicamos a burocracia. Aqui, a pessoa chega com sua ideia e começa a concretizar o sonho. Ajudamos a abrir a empresa, a criar marcas, logotipos e toda a publicidade necessária para posicionamento da marca e da empresa no mercado. Tudo por um preço justo e com facilidade de pagamento”, explicou Fausto.

 

“Fiz um pequeno investimento inicial e financiei o restante do valor do imóvel. E como sou dona da minha sala, posso alugá-la sempre que não estou usando. O valor da locação paga as parcelas do financiamento. Tem coisa melhor?”, indaga Carla Bora.

O ToWork fica na Avenida Tancredo Neves 1734, próximo ao novo viaduto da Beira Rio, em Cuiabá.

Justiça acolhe pedido do MP e apreende celulares de vereador que matou agente penitenciário em Cuiabá

Por G1

 

A Justiça acolheu parcialmente, nesta quarta-feira (13), um pedido do Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE) e determinou a apreensão de todos os aparelhos celulares do vereador Marcos Paccola (Republicanos), que matou o agente penitenciário Alexandre Miyagawa, de 41 anos, no dia 1° deste mês.

A defesa de Paccola disse que a medida faz parte da investigação.

Na mesma decisão, o juiz negou o pedido do MP para prisão preventiva do vereador. Um requerimento no mesmo sentido também foi feito pelos delegados da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O mandado de busca foi cumprido na residência de Marcos Paccola e apreendeu dois aparelhos celulares. O parlamentar é investigado em inquérito policial que apura a prática do crime de homicídio que vitimou o agente penal, Alexandre Miyagawa.

Para fundamentar o pedido de prisão, os promotores de Justiça destacaram que o vereador é réu em uma ação penal após ter sido denunciado por envolvimento em organização criminosa que operacionalizou fraude nos registros da Polícia Militar e em certificados de registros de arma de fogo.

A ação, segundo a representação, teve como objetivo interferir na “Operação Mercenários”, deflagrada em virtude do envolvimento de militares na prática de crimes contra a vida de dezenas de pessoas.

Os promotores disseram ainda que há a existência de evidências que apontam para a intenção de autopromoção. Enfatizaram que o uso político do episódio encontrou amparo nas manifestações públicas do investigado.

“Além de reforçar a bandeira que defende em torno do uso de armas de fogo, o eepresentado passou a atacar a imagem da vítima, fazendo-a vilã e única responsável por sua morte. Também passou a encampar campanha autopromocional às custas do evento delituoso, reforçando a tese defensiva de ato de heroísmo dirigido a evitar um suposto feminicídio. Tudo dirigido à sociedade, juiz natural da causa e genuína detentora do poder de julgar os crimes dolosos contra a vida”, diz trecho do pedido.

Conforme o MP, o pedido de prisão busca garantira a ordem pública.

“O perigo gerado pelo estado de liberdade do imputado se vê confirmado diante de seu envolvimento na prática de delitos relacionados ao exercício das funções, tanto na figura de militar que reiteradamente evoca, quanto de vereador, fazendo uso político da situação para se alavancar no cenário eleitoral, conspurcar a imagem da vítima e incitar a população à bandeira que defende quanto ao uso de arma de fogo”, diz o MP.

Boletim Estadual: MT registra 7 óbitos e 2.297 novos casos da covid-19

Da Redação

Mato Grosso registrou mais 7 mortes por covid-19 nas últimas 24h. Ao todo, desde o início da pandemia, 15.066 mato-grossenses perderam a batalha para o novo coronavírus. No mesmo período, 2.297 pessoas testaram positivo para a doença, chegando a 792.146 casos confirmados. As informações são do Painel Covid-19 da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), atualizado às 14h01, desta quarta-feira, 13 de julho.

Com relação à internação, 111 pessoas estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Destas, 72 estão em leitos pactuados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e outras 39 estão em hospitais particulares.

Dos 90 leitos pactuados, 13 estão disponíveis para recebimento de novos pacientes em estado grave. A taxa de ocupação hoje é de 80,90%.

Já em relação às enfermarias, o painel informa que das 489 pactuadas pelo SUS, 77 estão com pacientes internados. Há outras 83 pessoas em enfermarias particulares.

DADOS RESUMIDOS:
– Confirmados: 792.146
– Recuperados: 760.920
– Em monitoramento: 15.410
– Óbitos: 15.066

Procon de MT fiscaliza preço dos combustíveis em postos de Cuiabá e Várzea Grande

Da Redação

O Procon Estadual de Mato Grosso, vinculado à Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Setasc), iniciou nesta segunda-feira (11.07) fiscalização preventiva nos postos de combustíveis de Cuiabá e Várzea Grande. A previsão é de que sejam fiscalizados aproximadamente 100 estabelecimentos nesta primeira etapa.

O objetivo da ação é verificar se os estabelecimentos estão disponibilizando aos consumidores – de forma clara e ostensiva – informações sobre o preço dos combustíveis cobrados antes da redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), conforme determina a legislação federal.

De acordo com o coordenador de Fiscalização, Controle e Monitoramento de Mercado do Procon-MT, Ivo Vinícius Firmo, a operação integra ação nacional, solicitada pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), para que os Procons de todo o país fiscalizem o cumprimento do Decreto Federal (nº 11.121/2022).

O Decreto exige que os postos revendedores informem aos consumidores de forma correta, clara, precisa, ostensiva e legível – por meio da disponibilização de placas, por exemplo – os preços dos combustíveis automotivos praticados no estabelecimento no dia 22 de junho de 2022. Ou seja, antes da entrada em vigor da Lei Complementar (nº 194/2022), que possibilitou a redução do ICMS dos combustíveis.

“Além dos preços cobrados no dia 22 de junho, nas placas devem constar também o valor do ICMS e demais tributos incidentes no preço dos combustíveis. Caso o estabelecimento não apresente as informações de forma adequada, conforme previsto no Decreto Federal, o fornecedor será notificado e deverá se adequar em 24 horas”, informa o coordenador de Fiscalização.

Durante a operação, os fiscais do Procon-MT também irão coletar informações sobre os preços cobrados atualmente para os diferentes tipos de combustíveis. Os estabelecimentos deverão, ainda, apresentar informações e documentos referente a aquisições e vendas realizadas no período de 10 de junho de 2022 até a data da ação.

“Estamos notificando de forma preventiva os estabelecimentos para garantir aos consumidores o direito à informação. Paralelamente, também estamos fazendo o levantamento do histórico de preço de aquisição dos combustíveis de junho até agora, para verificar se a redução dos tributos foi repassada aos consumidores ou se ocorreu elevação da margem de lucro no período”, salienta Ivo Firmo.

 

Deu na Gazeta: PM que fez BO da morte de agente trabalha com vereador Paccola

Da Redação

O policial militar Fernando Raphael Ferreira de Oliveira foi quem registrou o boletim de ocorrência do homicídio cometido pelo vereador Marcos Paccola (Republicanos). O agente é presidente da Federação Mato Tiro de Mato Grosso e trabalha no mesmo estande de tiro que o parlamentar.

Em vídeos publicados nas redes sociais, ambos aparecem praticando tiro juntos e são citados em várias publicações do grupo Força e Honra, do qual são associados.

Além de estante, o Força e Honra oferece treinamento de tiros, vende armas e atua como despachante na documentos de armamento.

Fernando Raphael é também próximo da família de Marcelo Cestari e compareceu a casa, no condomínio Alphaville, quando a menor Isabele Guimarães Ramos, foi morta pela amiga, com tiro no rosto, em 2020.

A menor que atirou e matou Isabele é filha de Cestari e todos praticavam tiro no mesmo local onde Fernando Raphael é treinador.

O militar chegou a ser investigado por usar viatura do Estado para atender compromisso pessoal.

Procurado pelo Gazeta Digital, o policial Fernando Raphael confirmou proximidade com o vereador Paccola e nega qualquer suspeita que possa pesar contra ele no ato de registrar o caso. Pontua que esse é um procedimento de praxe e que oficiais acompanharam toda lavratura do boletim.

“Não coloque minha índole em xeque. Eu sou lavrador de ocorrência, existia 3 oficiais superiores que estavam na ocorrência. Tudo que está lá foi narrado pelos condutores da ocorrência”, explicou o policial.

 

O caso
Paccola assumiu que matou Alexandre a tiros na última sexta-feira (1). Conforme registrado no boletim de ocorrência, Paccola teria pedido por várias vezes para o agente que colocasse a arma que carregava no chão, e, como teria ocorrido reação, ele reagiu, atirando contra o servidor público.

A mulher que estava com o agente dá outra versão e diz que Alexandre não estava com a arma em punho. Paccola prestou depoimento na Delegacia de Homicídios e depois foi liberado.

 

Cuiabá amanhece com 12°C; veja previsão para os próximos dias

G1

Cuiabá amanheceu com os termômetros marcando 12°C nesta segunda-feira (13). A máxima é de 25°C ao longo do dia.

Não há previsão de chuva.

Para terça-feira (14), a previsão é também de mínima de 12°C e máxima de 28°C, também sem previsão de chuva. Na quarta-feira (15), a mínima deve ser de 16°C na capital e máxima de 32°C.

A temperatura deve voltar a partir de quinta-feira (16) sexta-feira (17), quando os termômetros chegam aos 34°C.

Na sexta devem cair pancadas de chuva à tarde e à noite.

Quase 100 kg de pescado irregular são apreendidos pela Polícia Militar em MT

g1

 

Quase 100 kg de pescado irregular foram apreendidos, nessa sexta-feira (10), pela Polícia Militar em Araguaiana, a 570 km de Cuiabá. De acordo com os policiais, os peixes estavam fora da medida e com indícios do uso de rede de pesca predatória.

De acordo com a PM, a equipe avistou um veículo que parecia estar carregando grande quantidade de carga, devido a traseira estar rebaixada. Diante da suspeita do carro estar transportando algum tipo de material ilícito, os policiais realizaram a abordagem.

Os policiais encontraram diversos sacos plásticos com uma grande quantidade de peixes.

Os dois indivíduos que estavam no veículo disseram que haviam pescado uma parte em uma chácara da região e teriam comprado a outra parte de terceiros.

Diante da suspeita dos peixes estarem fora da medida permitida para pesca, os policiais buscaram apoio de agentes da Secretaria de Estadual de Meio Ambiente (Sema-MT), que constataram se tratar de peixe não somente fora da medida, mas com claros indícios de pesca com rede, prática ilegal nos rios da região.

Diversas espécies de peixes foram apreendidas, como pintado, dourado, pacu, entre outras.

O pescado irregular foi doado para o Centro Educativo Imaculada Coceição, no bairro Vila Maria.

Os indivíduos foram detidos e encaminhados à delegacia do município.

Bolsonaro é impedido de participar da Marcha para Jesus em Cuiabá

Rufando Bombo

Apesar da grande expectativa de seus fiéis seguidores, o presidente Jair Bolsonaro (PL) não deve mais participar do evento “Marcha para Jesus”, que será realizado no dia 18 de junho em Cuiabá.

Nos últimos meses o chefe do Planalto tem percorrido vários Estados, participando de eventos religiosos e motociatas, em ritmo de pré-campanha à reeleição. Em abril deste ano, Bolsonaro inclusive esteve em Cuiabá em abril para fazer o lançamento do evento.

Na ocasião, confirmou que estaria na Marcha, que também terá ainda a presença de cantores e artistas do universo gospel.
Contudo, um conflito de agenda pode acabar impedindo que Bolsonaro esteja na Capital no dia da celebração.

Oficialmente ainda não houve comunicação por parte da organização do evento. Com a possível participação do presidente, a Marcha esperava cerca de 80 mil pessoas e uma motociata também seria organizada na saída do aeroporto.

Criminoso invade casa e mata homem na frente da esposa e filha

Da Redação

Um homem de 31 anos foi executado a tiros na frente da esposa e filha de nove, na noite desta quarta-feira (8), no bairro Jardim Imperial, em Cáceres (220 km de Cuiabá).

O episódio foi registrado por volta de 21h15. De acordo com informações da Polícia Militar, a família assistia  televisão, quando um homem invadiu o imóvel e atirou diversas vezes contra a vítima. A esposa e a filha  presenciaram o crime. A garota chegou a ficar com sangue e estilhados de algum objeto atingido pelo disparo de arma de fogo.

Depois de atirar, o criminoso fugiu em uma motocicleta com ajuda de um comparsa. O autor do homicídio é alto, moreno e magro.

Já a vítima chegou a ser socorrida por um primo e levada ao Hospital Regional. No entanto, logo depois ele não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

A PM realiza rondas na região para encontrar os suspeitos.

O homem que morreu possui passagens por ameaça, consumo de drogas, tráfico, e posse ilegal de arma de fogo.

O caso é investigado pela Polícia Civil.

Homem é preso por invadir joalheira e furtar R$ 14 mil em joias

Da Redação

Um homem de 37 anos, que não teve seu nome revelado, foi preso por um furto de joias avaliado em R$14 mil na quarta-feira (8), em uma joalheria no Centro de Cáceres (225 km ao oeste de Cuiabá). Com o suspeito, foram apreendidos mais de 100 anéis e outros acessórios.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais militares do 6º Comando Regional foram acionados durante a madrugada via Centro Integrado de Operações e Segurança Pública (Ciosp) para atender uma denúncia de furto na região central. Ao chegarem no local, o fato foi constatado o crime. A loja estava totalmente danificada, com grades e vidros quebrados.

Testemunhas relataram que o criminoso teria usado uma barra de ferro para quebrar as grades do estabelecimento e cometer o furto, fugindo em seguida com uma mochila nas costas.

Ciente das características do homem, os policiais iniciaram as rondas e rapidamente o localizaram na avenida Getúlio Vargas com a Rua Tuiuiú. Na mochila em que ele carregava, foram encontrados 100 anéis, um par de brincos e uma corrente. Os produtos foram avaliados em R$ 14 mil.

Diante da situação, o suspeito foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia para providências cabíveis.

Golpista usa foto de primeira-dama para roubar dinheiro em app

Da Redação

A primeira-dama de Mato Grosso, Virgínia Mendes, denunciou um golpista por utilizar sua foto para tentar conseguir dinheiro pelo WhatsApp se passando pela esposa do governador Mauro Mendes.

O caso foi registrado nesta quarta-feira (8), após a primeira-dama ser alertada por pessoas próximas que receberam mensagens suspeitas por meio do número (65) 9.9623-3007.

Ao saber da situação, Virgínia Mendes acionou a polícia, por meio de boletim de ocorrência, para que as providências sejam tomadas. Esta é a quarta vez que tentam aplicar golpes pelo aplicativo, com foto da primeira-dama.

Em comunicado, a primeira-dama reforçou para que as pessoas fiquem atentas e não façam transferências bancárias. Em outras ocasiões, os golpistas fizeram vítimas nas fraudes.

Em janeiro deste ano, uma mulher foi presa pelo crime de estelionato e fraude eletrônica, após ser identificada utilizando foto da primeira-dama em tentativas de golpes pelo WhatsApp.

Fatos e Fatos

O site Fatos e Fatos entende que estar preparado é também estar ciente do mundo que o cerca, dos temas que focam a atenção do público e dos fatos que determinam os destinos tanto da sua comunidade. Por isso, o nosso portal não se descuida da cobertura jornalística tradicional, abrangendo temas como Política, Economia, Cidades, Esportes, Tecnologia e Cultura. Essa preocupação faz com que o nosso site torne-se um ponto de informações, as mais diversas, e de pessoas interessadas em se formar e se informar, acreditando, como nós, que a valorização da Educação é a maneira mais eficiente e saudável de mudar o mundo.

Seções

NEWSLETTER

Inscreva-se agora para obter notícias exclusivas!